Resultados para: americadosul

Democracia e a Cabanagem

Os bairros periféricos de Belém funcionam como espacialidades urbanas que operam de forma dinâmica na construção de identidades territoriais, associadas às diversas formas de reprodução social e cultural, as quais emergem como lógicas da vida cotidiana e das estratégias de sobrevivência da população. A expansão periférica de Belém se deu por meio do processo desterritorializante, […]

Comunidades Catalisadoras: o papel das periferias na democracia

A tendência hoje é falarmos a partir de um lugar de medo e descrença no que diz respeito à democracia brasileira. Mas há muito nós estamos lutando para não falar sobre favelas e periferias a partir de um lugar de medo e descrença. Nós da Comunidades Catalisadoras acreditamos na potência, na criatividade e nas soluções […]

Instituto Maria e João Aleixo | Universidade Internacional de Periferias

O mundo contemporâneo vive uma nova onda de autoritarismo. A ameaça à democracia se estabelece a partir de contornos que circundam as instituições e valores democráticos de modo a questioná-los sob a perspectiva da política conservadora e, no limite, regressiva. As forças progressistas, por outro lado, não foram capazes de elaborar discursos e ações políticas […]

Ensaio Fotográfico – Bira Carvalho – Imagens do Povo

As imagens de espaços populares, como favelas e periferias urbanas, geralmente marcadas por estereótipos de pobreza e estigmas de violência encontram sua superação nas imagens de Bira Carvalho.  Com sensibilidade e audácia, o autor desafia luzes, cores e ângulos para trazer o COMUM como cotidiano inerente aos moradores de favelas. São ruas, praças, esquinas em […]

Intervenção Mapuche – Obra 18.314: Mari pura warangka küla pataka mari meli

O povo Mapuche é o povo originário mais representativo que habita o que hoje é o Chile. Desde a época da colônia, foram empregados dos conquistadores, dos oligarcas e dos proprietários de terras. Alguns, logo começaram a emigrar em busca de oportunidades para sair da pobreza, como a maioria dos nossos habitantes distantes das zonas […]

Alejandro “Pitu” Salvatierra

Sobre ter deixado a prisão em 2008, Alejandro “Pitu” Salvatierra me contou: “Quase voltou a mim. Toda aquela violência que eu tinha deixado para trás”. Pitu completou o ensino médio enquanto cumpria pena na prisão de La Plata, Argentina. Conquistou a maior nota do Índice Geral de Avaliação de toda a cidade. Sucessivas vezes, no […]

Conceição Evaristo: imortalidade além de um título

Ela é uma das maiores escritoras da atualidade. Escreve livros que misturam suas memórias de mulher negra favelada em ficção, com o estilo batizado como escrevivência. Seus escritos geram identificação com seus pares e tende a levar às reflexões sobre gênero, raça e classe. “A minha escrevivência não é para adormecer a casa grande e, […]

Agência Narra

Por dentro da NARRA  Negros (pretos e pardos) representam quase 40% dos estudantes dos cursos de jornalismo do Brasil. É o que aponta um levantamento da Diversa, com base no Censo da Educação Superior de 2016. Amarelos não chegam a 2% e índios a 1%. Se o funil da diversidade já é estreito para ingressar […]

Democratizando o Corpo e a Política – Perspectivas transexuais e periféricas sobre democracia e ditaduras

Uma conversa entre um teólogo e uma mulher transexual que se conheceram na Maré. Graham – Democracia é frágil e tem que ser construída no cotidiano. Não se fala da democracia representativa, que frequentemente representa elites financeiras, centros de poder e corpos heterossexuais. Fala-se de democracia participativa, ou “democracia insurgente” para utilizar a frase do […]

Escritos visuais dos(as) fotógrafos(as) do Imagens do Povo

Na manhã de sexta-feira (1 de julho de 2004), os professores João Roberto Ripper e Ricardo Funari reuniram os alunos da primeira turma da Escola de Fotógrafos Populares em frente ao número 26 da Rua Guilherme Maxwell[1] e ali repassaram as últimas instruções necessárias para a realização da primeira aula prática do projeto Imagens do Povo, […]

A Poesia Maloqueirista

A Poesia Maloqueirista nasceu no ano de 2002, a partir do encontro de poetas que veiculavam seus libretos pelas ruas da cidade de São Paulo. Desde então, gerou um diálogo popular, de identidade mambembe e nômade, indo aonde o povo está. Esta relação com os territórios populares e o trânsito entre periferia e centro são […]

Os sujeitos das peles… Das nossas ou das suas?

O livro Na minha pele, de Lázaro Ramos, não fala apenas de um conteúdo em si, mas de um autor que se reveste no livro. Um autor-ator-produtor e preto! Porque mesmo que essa última condição da pele não fosse citada (muita gente diria que não precisa;  reforça os estereótipos e preconceitos), não daríamos conta de […]

Da crítica à transformação do imaginário da marginalidade

Este artigo é baseado em uma pesquisa-ação realizada no Rio de Janeiro, entre 2005 e 2009, que buscou entender como os jovens apreendem e colocam em prática o que chamamos de ação pública no contexto de uma cidade social e economicamente dividida.[1] Em 2005, trabalhei com Marcelo Princeswal e um pequeno grupo de pesquisadores de […]

Revisitando a “Teologia da Cidade” na Perspectiva da Maré, Rio de Janeiro

Resumo: Partindo de uma vivência atual na Maré, o texto revisita a teologia da cidade desenvolvida pela teologia da libertação. As influências de José Comblin e Juan Luis Segundo são notadas, discutidas e questionadas à luz de processos de urbanização contemporânea e em diálogo com estudos das ciências sociais sobre a Maré. O artigo aponta para […]

Do direito à cidade das pontes

Termo bonito o tal do direito à cidade! Daqueles que resumem, significam, agregam, condensam uma série de pensamentos, de filosofias e de posições diferentes! Afinal, quem discorda do direito à cidade? O termo é forte, quase atemporal, diriam alguns! Termo composto, conceito síntese! Tão sintético que quase já não se discute mais: seria consenso? Direito […]

Entrevista e “Revide – Afoxé do Mangue” Roberta Estrela D’Alva

No início dos anos 1990, Heloísa Buarque de Hollanda organizou um evento intitulado Sinais de Turbulência. Ali, intelectuais, artistas e ativistas começavam a pensar sobre aqueles tempos em que as ações sociais e culturais nas e das favelas, em contraposição à violência crescente, colocavam a periferia no centro do mapa. A FLUP (Festa Literária das […]

Ailton Krenak – A Potência do Sujeito Coletivo – Parte II

O TEMPO DO MITO Ailton Krenak: É um mito totalmente absurdo dizer que nós índios, os negros que foram agarrados na África e despejados aqui, e os brancos, que alguns vieram sem saber para onde estavam indo, fomos constituir a base da nossa civilização. É um barateamento total da nossa história, é uma negação dos […]

Ailton Krenak – A Potência do Sujeito Coletivo – Parte I

Não poderia Ailton Krenak vir a público em entrevista e  momento mais pertinente, quando se faz necessário  ouvir uma voz que inspira e perturba nossas percepções para que a lucidez e a consciência não se dissipem com o vento. Não é uma tarefa fácil introduzir a personalidade do Ailton Krenak. Enquanto lia pela primeira vez […]

Instituto Maria e João Aleixo | Por uma Rede Internacional das Periferias

O Instituto Maria e João Aleixo (IMJA)  busca contribuir para a construção de uma  rede que conecte as Periferias de todo o mundo. A Revista PERIFERIAS se apresenta como veículo estratégico nessa direção. A concepção e formulação desta publicação é um grande desafio para o Instituto e corpo editorial. Pensar e formular a partir da […]

O Paradigma da Potência e a Pedagogia da Convivência

Apresentação Nos tempos presentes, o ódio e a indiferença social predominam no debate público, na retórica política e nas narrativas midiáticas na sociedade – inclusive ganhando sua sustentação no desrespeito provocado por discursos étnicos, morais e religiosos frente ao outro. Nessa cena social regressiva, materializa-se um paradigma que ameaça a democracia e o reconhecimento da […]